© 2018 by Gabrielle Nobili 

Sobre ter espinhos

February 21, 2018

 

 

 

Se você me olhar bem de perto, vai ver que eu sou cheia de cicatrizes. Vai ver que minha alma é marcada por feridas profundas que já cicatrizaram, mas deixaram sua marca para que eu não me esqueça do que já vivi. Para que nada se repita. Todo o meu discurso feminista, todo meus discurso de 'se ponha em primeiro lugar' é reflexo de tudo o que eu já vivi. Eu tive que aprender por meio de muito sofrimento e insistência; por meio de muitos subjugamentos; por meio de muitos avisos dos outros; por meio de muitas lágrimas. Eu cai e me levantei mil vezes, e eu tive que cair e levantar essas mil vezes para ser quem eu sou hoje. Hoje eu não permito que ninguém, homem ou mulher, me coloque para baixo, pois eu sei que somente eu tenho esse poder. Palavras duras ainda me machucam, mas bem menos do que antes, e agora eu decido se essas palavras vão continuar na minha vida ou serão descartadas. Atitudes que me magoam só têm direito de ser feitas uma vez, duas ou mais eu peço para se retirar. Hoje eu também cresci e consigo monitorar meus próprios erros, consigo antecipá-los e corrigi-los antes de acontecerem. Eu não imponho mais o que eu quero, eu vou falando por ai, se quiserem escutar ótimo, se não paciência. Eu não me aborreço mais por coisas ínfimas. Eu não imploro por companhia, quem quiser vir vou amar, mas eu me basto, e como me basto! Eu aprendi que confiança é algo que ou você tem ou você não tem. Não existe 'até confio, mas...'. Acredite em mim, se for pra existir traição, vai acontecer até quando você estiver do lado. Existem coisas que estão além do seu poder de controle, e sofrer por essas coisas é a maior perda de tempo que existe. Por isso, meu conselho é: pare de tentar controlar a vida do seu namorado/amigo/noivo/marido/ficante, porque enquanto você faz isso a sua vida está indo para um buraco muito escuro, e somente quando você perceber isso é que pode se salvar. Nenhum amigo, pai, mãe, irmão, ninguém além de você pode te salvar. Viva por você, se cuide como cuidaria da pessoa que mais ama. Vale a pena.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Sobre ter um propósito (ou não)

June 14, 2018

1/5
Please reload

Posts Recentes

May 2, 2018

April 12, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags